Voltar

 Qual é a diferença de adquirir um imóvel no COMPREI em relação a um leilão judicial?


Embora o modus operandis do COMPREI seja diferente do leilão judicial, a segurança jurídica é a mesma em razão do procedimento ser homologado por um Juiz Federal que irá garantir a mesma segurança jurídica de uma arrematação judicial. 

No caso do COMPREI, o valor máximo que um bem pode ser adquirido é o valor da avaliação, o que implica na venda imediata. No caso do leilão judicial, o mesmo acontece em duas sessões, sendo a 1ª praça admitindo lance a partir do valor da avaliação e a 2ª praça um valor com desconto, o qual poderá superar o valor da avaliação se houver disputa para tal. 

Além disso, no COMPREI o leiloeiro consegue dar uma assistencia mais dedicada ao interessado, auxiliando, inclusive, no levantamento de débitos condominiais (se houver) e outros possíveis débitos. Além disso, o mesmo poderá acompanhar o interessado numa possível visitação bem como na imissão de posse do imóvel. 


Veja mais tópicos dessa categoria: